sábado, abril 13, 2024
CidadesDesta semana

Brasiliense mais fiscalizador

Demanda por informações sobre ações do governo tem alta de 240,5%. Principais temas de pesquisa são: governo e política, transportes e trânsito, habitação e saúde

A população do Distrito Federal tem ficado cada vez mais atenta e fiscalizadora quanto às ações do governo relativas à gestão da cidade, pelo menos é o que indica balanço divulgado pela Controladoria-Geral do DF (CGDF).
A Lei de Acesso à Informação (LAI) no Distrito Federal foi regulamentada em 2013 e de lá pra cá o aumento na demanda por informações foi de 240,5%. Segundo a CGDF, os pedidos de informação realizados pelo sistema e-SIC, bateram recorde em 2020, chegando a 9.247 demandas, 14,6% a mais que em 2019, quando foram registradas 8.067 solicitações.
Já em 2021, somente no primeiro trimestre, o e-SIC já recebeu 2.645 pedidos de acesso à informação, dos quais 2.634 (99,58%) foram respondidos até o momento.
O Órgão aponta que o principal assunto demandado pelo cidadão que acessou o e-SIC em 2020 foi “Governo e Política”, com 27,3% das solicitações. Em seguida, vêm “Transportes e trânsito” (12,6%); “Habitação, Saneamento e Urbanismo” (12,2%); “Saúde” (10,6%); “Defesa e Segurança” ( 9%); e “Educação” (8,2%). Nos primeiros três meses de 2021, os principais assuntos continuam sendo Governo e Política, Habitação, Saneamento e Urbanismo e Transporte e Trânsito.
A internet é o meio escolhido para buscar informações. Quase todas as demandas (99%) chegaram através do site www.e-sic.df.gov.br
Para solicitar esclarecimentos sobre as ações do governo, basta acessar o sistema e-SIC e fazer um breve cadastro com dados pessoais.