sábado, abril 13, 2024
Justiça

MPDFT não agenda vacinas

Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil

O novo coronavírus está sendo usado como pretexto por golpistas que tentam, das mais variadas formas, obter os dados pessoais de cidadãos usando o nome de instituições públicas. O mais recente alerta contra esse tipo de ataque foi do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT). O órgão aponta que os golpistas estão usando o whatsapp para enviar mensagens aos usuários para um suposto agendamento de vacina contra a Covid-19 que estaria sendo feito pelo “Ministério Público da Saúde”.
O Ministério Público esclarece que não faz agendamento de vacinação, não solicita dados das pessoas nem envia quaisquer tipos de códigos para celulares. Esse tipo de mensagem caracteriza golpe e a população deve ficar atenta e só confiar em ações devidamente divulgadas nos canais oficiais das instituições públicas que atuam no enfrentamento à pandemia.
O MPDFT orienta que se alguém receber ligações ou mensagens pelo celular com esta finalidade que a pessoa não forneça qualquer dado e denuncie às autoridades competentes, como à Ouvidoria do MPDFT e à Polícia Civil.