terça-feira, abril 23, 2024
CidadesDesta semana

Calor intenso e a saúde dos idosos

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Com o verão se aproximando, a vulnerabilidade dos idosos às altas temperaturas é destacada por um aumento de 85% nas mortes relacionadas ao calor em 2020, conforme relatório da revista The Lancet. Médicos geriatras enfatizam a necessidade de medidas preventivas devido às mudanças fisiológicas naturais no envelhecimento.

Por isso, os especialistas destacam os principais cuidados que se deve ter com pessoas idosas nesse período mais quente:

Hidratação constante: incentivar o consumo regular de água, sucos e chás.

Ambiente adequado: manter a casa ventilada, utilizando ventiladores e ar-condicionado.

Limitação da exposição solar: evitar o sol entre 10h e 16h, optando por exercícios leves em horários apropriados.

Vestuário e alimentação: escolher roupas leves, preferencialmente em tecidos naturais, e optar por refeições balanceadas, priorizando alimentos frescos.

Familiares e cuidadores devem estar atentos a sinais de alerta, como tontura, urina escura e confusão mental, buscando assistência médica imediata em caso de mal-estar. Os geriatras ressaltam que a prevenção desempenha um papel crucial na preservação da saúde dos idosos durante as ondas de calor.