quarta-feira, julho 24, 2024
CidadesDesta semana

Falta de CRLV pode levar à apreensão de veículo

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasila

Documento relativo a 2023 passará a ser exigido em outubro

Proprietários de veículos do Distrito Federal devem estar atentos às obrigações relativas à documentação de seus automóveis para que não sejam surpreendidos com recolhimento por irregularidades.

De acordo com dados apresentados pelo Departamento de Trânsito do DF (Detran) 90% dos carros removidos durante as fiscalizações são motivadas pela falta do Certificado de Registro de Licenciamento Veicular (CRLV).

No ano passado, os pátios dos depósitos do Detran-DF da Asa Norte, Taguatinga e Gama receberam 10.208 veículos que não possuíam o certificado exigido pelo órgão. O aumento foi de 7% em relação a 2021, quando foram recolhidos 9.540 automóveis.

Em 2023, apenas nos dois primeiros meses, já foram encaminhados aos depósitos do Detran 2.312 veículos. Segundo o departamento a quantidade é bastante expressiva para o período.

Também conhecido como Certificado de Licenciamento Anual (CLA), o CRLV é um documento de porte obrigatório para transitar nas vias públicas. Para obter a licença, é preciso pagar as obrigações anuais do veículo, como IPVA, taxa de licenciamento e multas de trânsito.

Os condutores devem estar atentos porque os agentes de trânsito têm exigido o documento relativo a 2022. Já o CRLV de 2023 deverá ser cobrado a partir do mês de outubro. “É muito importante que as pessoas observem os prazos de pagamento das multas, da taxa de licenciamento e do IPVA, não deixando para a última hora”, alerta odiretor de Policiamento e Fiscalização do Detran-DF, Wesley Cavalcante. “Assim, o condutor não precisará correr para resolver alguma pendência, arriscando ficar sem a documentação obrigatória”, finaliza.

O documento do veículo pode ser acessado pelo portal de serviços do Detran-DF (Detran Digital) ou pelo aplicativo Detran Digital, disponível para celular. O Código de Trânsito Brasileiro (CTB) define como infração de trânsito gravíssima conduzir veículo que não esteja licenciado. Além da remoção do automóvel para o pátio do Detran-DF, o motorista recebe 7 pontos na carteira e multa no valor de R$ 293,47.