sábado, abril 13, 2024
Economia

Indústria forte deve ser prioridade

A Confederação Nacional da Indústria (CNI), divulgou recentemente levantamento que aponta que a maioria dos brasileiros acredita que uma indústria forte deve ser prioridade no país. Os dados são da pesquisa Retratos da Sociedade Brasileira: Indústria Brasileira na Visão da População, da própria CNI. Nove em cada 10 entrevistados acredita na força da indústria no cenário nacional.
Vista por outro prisma, a mesma conclusão é apontada: para 84% dos entrevistados, “ter uma indústria fraca é ruim para a população do País”. Foram ouvidas 2.002 pessoas, entre 5 e 8 de dezembro de 2020.
De acordo com o levantamento, a percepção de 97% da população é de que, para a economia do Brasil crescer, é necessário que a indústria também cresça e 94% concordam totalmente ou em parte que o Brasil precisa investir mais em sua indústria.
Para o presidente da CNI, Robson Braga de Andrade, a pesquisa reflete o sentimento da população sobre uma realidade: não existe país forte sem indústria forte. “O Brasil precisa fortalecer o setor industrial, para que ele seja cada vez mais dinâmico e competitivo, ajudando a superar a mais grave crise sanitária, econômica e social que já vivenciamos”, afirma.
Praticamente a totalidade dos brasileiros considera a indústria importante para o desenvolvimento econômico. Entre os entrevistados, 98% acreditam que a indústria é importante ou muito importante para a criação de empregos, 96% acreditam que a indústria é importante para o crescimento econômico, 95% para a melhoria do padrão de vida e 93% para a inovação.
A indústria e a agropecuária foram eleitas pela população como os setores mais importantes para o crescimento econômico do Brasil. A indústria foi escolhida por 24% dos brasileiros, enquanto a agricultura foi mencionada por 22%.