sexta-feira, julho 19, 2024
Desta semanaMundo melhor

Reeducandos produzem rodos para doações

Foto: Divulgação/Sejus-DF

Todo material confeccionado será enviado para os trabalhos de limpeza no Rio Grande do Sul

Continua em plena operação as iniciativas do comitê de emergência Brasília pelo Sul. Dessa vez, o destaque vai para a Fundação de Amparo ao Trabalhador Preso do Distrito Federal (Funap), órgão vinculado à Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus), que está contribuindo com mão de obra prisional para confecção de rodos de madeira, que serão enviados às cidades atingidas pelas enchentes no Rio Grande do Sul. Além disso, os reeducandos têm trabalhado na triagem de doações para envio.

O material utilizado na produção dos rodos de madeira foi doado pela Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap). A produção das peças está sob responsabilidade da oficina de marcenaria localizada na Papuda, onde os aprisionados são qualificados para o serviço. De acordo com a Funap, até o momento, foram fabricados 500 rodos para envio imediato ao Rio Grande do Sul.

A logística de envio do material será coordenada com o comitê de emergência. “A fabricação e doação de rodos de madeira são vitais para a recuperação das comunidades afetadas, demonstrando a importância de ações coordenadas e integradas entre o poder público e a sociedade civil em momentos de crise”, afirma a chefe executiva de políticas sociais, Talita Mattosinhos.