terça-feira, abril 23, 2024
CidadesDesta semana

Dia do Gari reforça conscientização sobre descarte de lixo

Foto: Paulo H. Carvalho/Agência Brasília

Ponto facultativo serve para destacar a importância do serviço de coleta e reforçar os cuidados com despejo de resíduos

Nesta terça-feira (16), o Distrito Federal está com a catação, varrição e coleta de lixo suspensas por conta do ponto facultativo do Dia do Gari. De acordo com Serviço de Limpeza Urbana (SLU), a intenção é chamar a atenção da população para a limpeza urbana e para a valorização dos garis que trabalham para manter a cidade limpa e, consequentemente, a saúde da população.

A limpeza da cidade é importante para evitar o surgimento de vetores como ratos, mosquitos e demais insetos. “No Dia sem Lixo, pedimos que a população mantenha os resíduos dentro de casa e, nos demais dias, que os separe pelo menos em duas frações – recicláveis e coleta convencional. Esse ato simples facilita o trabalho de todos e ainda contribui com a preservação do meio ambiente”, defende a chefe da Unidade de Medição e Monitoramento do SLU, Andréa Almeida.

Segundo o órgão, um morador de Brasília produz em média 0,74 kg de lixo por dia, o que equivale a cerca de 270 kg de lixo por ano. Isso multiplicado por quase 3 milhões de habitantes resulta em um verdadeiro mar de resíduos. Por isso, é importante a conscientização da população para o descarte correto.

Mas o lixo ainda é um problema sério no Distrito Federal. Por diversas regiões administrativas é possível ver lixões irregulares em terrenos à beira de rodovias, lotes vazios e até mesmo em áreas de preservação. Por isso, no início deste ano o governo local lançou mais um programa de coleta de resíduos nesses locais, o De Cara Nova.

A proposta é eliminar os maiores pontos de descarte irregular no Distrito Federal com a remoção dos resíduos, renovação do espaço e implantação de sinalizações educativas. Além disso, equipes do SLU estão circulando das ruas das cidades orientando comerciantes e moradores sobre o descarte correto do lixo e os benefícios que esse comportamento traz a toda sociedade.

Números

De janeiro de 2023 até o início de maio, o projeto já retirou quase 4 mil toneladas de entulho de lixões espalhados pela cidade.

Sete regiões administrativas já receberam a ação e outras estão no roteiro. O próximo ponto a ser restaurado está programado ainda para este mês, no Riacho Fundo II.

“Infelizmente, ainda temos nas cidades muitos pontos de lixo que chamamos de pontos viciados. O objetivo do Governo do Distrito Federal, juntamente com o SLU, foi criar esse projeto, onde a gente tira todos esses resíduos, restos de obras, móveis velhos, podas de árvores e outras coisas mais que são jogadas e plantamos árvores, deixando tudo renovado e bonito para a população”, explica o diretor-presidente do SLU, Silvio Vieira.

Denuncie

O SLU pede a população que fique atenta aos casos de descarte de lixo em área proibida e que ações de sujões sejam denunciadas. Reclamações podem ser feitas por meio da a Ouvidoria Geral do Governo do Distrito Federal, telefone 162 ou pelo site