terça-feira, abril 23, 2024
CidadesDesta semana

Segurança do DF não será federalizada

Em entrevista à EBC, na última quarta-feira (25), o ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, afirmou que o governo federal deve apresentar, nos próximos dias, a proposta de criação de uma Guarda Nacional permanente e de segurança pública para proteger os prédios públicos federais em Brasília e atuar em operações especiais em terra indígenas, área de fronteira, unidades de conservação e apoio à segurança dos estados.

Segundo o ministro, a organização será parecida com a Força Nacional, mas com comando próprio, com cultura.

Ao contrário das prospecções que eram feitas, Dino descartou a federalização da Segurança Pública do Distrito Federal. Ou seja, a segurança do DF continuará sob os comandos do governo local. Porém a defesa de áreas sob jurisdição da União – como a Esplanada dos Ministérios, Praça dos Três Poderes e residências oficiais, entre outros pontos sensíveis da capital – passaria a ser atribuição da Guarda Nacional.

A ideia é que seja uma corporação civil, mas de caráter ostensivo, com ingresso por meio de concurso próprio. Atualmente, o contingente da Força Nacional é recrutado de forma episódica a partir de agentes que atuam em diferentes polícias do país.   

Com informações da Agência Brasil

Foto: Agência Brasília