sábado, abril 13, 2024
CidadesDesta semana

GDF inova com campanha Pet Sangue Bom

Foto: Divulgação/Brasília Ambiental

Lei incentiva a criação de bancos de sangue para animais que estejam em situação de emergência ou para tratamentos específicos

Em um marco pioneiro voltado à saúde e ao bem-estar dos animais de estimação, o Governo do Distrito Federal (GDF) lançou, na última segunda-feira (22), a Lei nº 7.415/2024, sancionada pelo governador Ibaneis Rocha. A iniciativa institui a campanha “Pet Sangue Bom”, representando um avanço significativo na promoção da saúde animal ao estimular a criação e manutenção de bancos de sangue veterinários, sejam eles públicos ou privados.

A legislação, que entrou em vigor, destaca-se pela abordagem visionária em relação à saúde dos animais domésticos. A campanha visa conscientizar a população sobre a importância dos bancos de sangue veterinários, ressaltando seu papel crucial em emergências, cirurgias e tratamentos que necessitam de transfusões sanguíneas.

O secretário do Meio Ambiente e Proteção Animal do DF, Gutemberg Gomes, destaca a prioridade dada ao bem-estar animal: “Os bancos de sangue veterinários desempenham um papel crucial em emergências, cirurgias e tratamentos que requerem transfusões sanguíneas. Trata-se de mais um passo em direção a uma sociedade mais responsável com os animais”.

A nova legislação prevê a divulgação ampla da campanha “Pet Sangue Bom”, com ointuito de conscientizar os tutores de animais domésticos sobre a importância do ato de doação de sangue animal. Assim como em seres humanos, gatos, cães e outros pets podem necessitar de transfusões sanguíneas em situações de emergência ou para tratamentos específicos.

Ao incentivar a criação de bancos de sangue veterinários, o Distrito Federal se destaca como precursor nessa iniciativa, colocando a saúde dos animais em destaque e promovendo uma abordagem mais responsável e avançada para o cuidado com os animais de estimação.