sábado, abril 13, 2024
Desta semanaEconomia

Pix Automático deve ser lançado em 2024

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasila

Modalidade facilitará pagamentos e recebimentos de contas recorrentes tanto para pagadores quanto para recebedores

O Banco Central (BC) anunciou, no dia 24 de junho, que está previsto para abril do ano que vem o lançamento do Pix Automático. A ferramenta viabilizará o pagamento de contas recorrentes dos usuários de maneira automática, mas com autorização prévia do pagador. 

De acordo com o BC, medida democratizará o acesso desse tipo de pagamento a todos os portes de empresas que tenham a receber pagamentos periódicos de seus clientes. 

A ferramenta está sendo desenvolvida sob três pilares: segurança; praticidade para usuários (pagadores e recebedores); e flexibilidade, para permitir o uso da ferramentaem múltiplos modelos de negócios, sejam digitais ou por estabelecimentos físicos. 

O Pix Automático é voltado para empresas de qualquer tamanho e seguimento do mercado como, companhias de serviços púbicos (energia, telefonia, etc.), firmas de seguros, operações de créditos, escolas, academias, condomínios, serviços de streamings, clubes por assinatura, entre outros.

O BC explica que a ferramenta vem para ampliar as possibilidades de recebimento para as empresas. Visto que atualmente, o débito automático, por exemplo, depende de convênios bilaterais com múltiplas instituições, gerando complexidade operacional e custos elevados, o que restringe o serviço a grandes empresas, geralmente prestadoras de serviços públicos. Por outro lado, os pagamentos recorrentes no cartão de crédito não são acessíveis a parte relevante da população. 

Diversidade

As empresas poderão incorporar essa nova modalidade de pagamento aos seus negócios de múltiplas formas, já que o produto está sendo desenhado para permitir várias alternativas, possibilitando diversos casos de uso. 

Haverá, por exemplo, uma jornada mais voltada para o mundo físico, em que o cliente, ao assinar um contrato com o prestador de serviço, como escola ou academia, manifesta a intenção de pagar via Pix Automático e informa os dados bancários, momento em que receberá uma notificação no aplicativo do banco para confirmar a autorização. A partir daí, os pagamentos serão efetuados de forma automática, sem que o cliente tenha que autenticar cada transação. 

Outra forma possível, será confirmar a autorização por meio da leitura de QR Code ou pelo Pix Copia e Cola, já bastante usados, bem como por meio do iniciador de pagamento, conforme especificações no âmbito do Open Finance, tendo o redirecionamento automático para o ambiente da conta para fazer a confirmação da operação.

Tarifa e funções

Assim como os Pix tradicionais, o Pix Automático será gratuito para o pagador e poderá ser tarifado no recebimento pelas empresas. O usuário pagador terá à sua disposição uma série de funcionalidades para gerir os pagamentos recorrentes como, por exemplo, estabelecer um limite máximo do valor da parcela a ser debitada, podendo cancelar a qualquer momento a autorização. 

Com informações do BC