quarta-feira, maio 22, 2024
Desta semanaSaúde

Proteínas são essenciais para ossos e músculos

Nutricionista afirma que a ingestão adequada de proteínas é vital para sustentar a saúde óssea e garantir estruturação adequada

Especialistas da nutrição afirmam que o colágeno, encontrado em encontrado em diferentes partes do organismo, como os ossos e os músculos, é uma proteína estrutural primária que garante a integridade óssea, por isso é essencial para o indivíduo.

A nutricionista Iana Mizumukai de Araújo, da Associação Brasileira de Avaliação Óssea e Osteometabolismo (ABRASSO), destaca que “a ingestão adequada de proteínas é vital para sustentar a saúde óssea e garantir sua estruturação adequada, juntamente com outros nutrientes essenciais.

Iana explica que a obtenção dessas proteínas deve ser feita por meio da alimentação, pois são compostas por unidades menores conhecidas como aminoácidos e o corpo não é capaz de sintetizar todos os aminoácidos necessários. Tanto alimentos de origem animal quanto vegetal contêm esses componentes essenciais. Fontes animais, como carnes, queijos, leite, iogurte e ovos, fornecem todos os aminoácidos necessários para o corpo. Enquanto isso, no reino vegetal, leguminosas como soja, feijões, lentilha, grão de bico e ervilha também oferecem aminoácidos essenciais, embora possam carecer de alguns ajustes em comparação às fontes animais.

Por outro lado, a nutricionista aponta que o consumo excessivo de proteína pode ser prejudicial, uma vez que o excesso é excretado pelos rins. Quantidades superiores a 2,5 gramas por quilo de peso por dia podem sobrecarregar os rins, especialmente em indivíduos com doenças pré-existentes nos rins ou histórico familiar de problemas renais. Em alguns casos, a suplementação de proteína pode ser necessária, mas deve ser feita com supervisão médica e nutricional para evitar excessos.

Além disso, “é recomendado distribuir o consumo de proteínas ao longo do dia, incluindo em todas as refeições e lanches. Isso garante a absorção adequada e o aproveitamento máximo dos benefícios das proteínas em nosso organismo”, finaliza Dra. Iana.

Foto: Reprodução