sexta-feira, julho 19, 2024
CidadesDesta semana

Sonhos não podem parar

Foto: Reprodução – Facebook

Mesmo diante de dificuldades impostas pela pandemia, a Instituição Embalando Sonhos não interrompe suas ações e se reinventa para continuar a oferecer suporte e atenção às famílias de Samambaia

A psicopedagoga, Lady Laura Caetano é moradora de Samambaia há mais de 30 anos, e conhece de perto as necessidades da comunidade. Já atuou como instrutora de música, professora, coordenadora escolar, agente socioeducativa e técnico administrativa. Foi suplente do Conselho Tutelar e também exerceu o cargo de conselheira de Cultura de Samambaia.

Por estar em contato constante com a comunidade, Lady Laura percebeu que faltavam iniciativas que afastassem os jovens do contexto de vulnerabilidade que atingem a região. Dessa maneira, a psicopedagoga deu início ao desenvolvimento de uma proposta socioeducativa, em 2013, voltado para crianças e adolescentes da cidade. Foi aí que surgiu o Projeto Social Embalando Sonhos, que naquele ano desenvolveu atividades de canto e dança, atendendo 120 crianças.

Tudo começou em 2004, quando Laura criou uma Escola Bíblica de Férias para entreter as crianças de sua igreja. Depois disso, organizou um coral e um grupo de dança de rua, que conquistaram crianças e adolescentes da vizinhança. Mas logo vieram as ações sociais, as parcerias com colaboradores e voluntários. E, em 2013, o Instituto Embalando Sonhos (IES) saiu do papel como projeto de incentivo à cultura, à educação e ao lazer, com um forte braço social.

No ano seguinte, 2014, foram incluídas outras atividades, como oficinas de música (violão), artes, ballet e xadrez. O principal objetivo era criar um espaço divertido, reflexivo e crítico, favorecendo a difusão cultural e ampliando as possibilidades de melhorar a socialização.

O projeto passou a envolver a família e a comunidade em suas atividades, promovendo a inclusão social por meio de atividades como a dança, além de palestras voltadas à prevenção, a promoção à saúde e a atividades em grupo, tornando o espaço aberto para diálogos sobre temas atuais que envolvem questões familiares como um todo.

Com a grande aceitação e sucesso das atividades, em 2017 o projeto passou a ser Instituto Social Embalando Sonhos (ISES).

Atualmente o Instituto atende cerca de 100 famílias e mais de 200 crianças. Por conta da pandemia os atendimentos presenciais estão suspensos, mas isso não impede a organização de oferecer o apoio e ajuda que as famílias de Samambaia precisam. Alimentos, roupas, itens de higiene pessoal e para sobrevivência da comunidade são ofertados pela Instituição que conta com a solidariedade da sociedade.

Todo trabalho desenvolvido pela organização é desenvolvido por voluntários. Lady Laura conta que “todas as ações são desenvolvidas por pessoas que exercitam o amor ao próximo sem esperar nada em troca. Mas, sem dúvidas, ganham o amor incondicional das crianças. São professores, empresários, advogados, donas de casa, entre outros. Todos unidos por um bem comum: a solidariedade”.

Campanhas

Mesmo em tempos difíceis e de afastamento social, o IES tem promovido ações que atendam às necessidades da comunidade. Atualmente, três campanhas estão em destaque: arrecadação de agasalhos, ampliação do espaço para atendimento e chá de fraldas solidário.

O inverno chegou rigoroso ao Distrito Federal e muitas famílias que passam por dificuldades financeiras não têm condições de comprar agasalhos e cobertores até mesmo para suas crianças, por isso, o IES conta com doações de roupas de frio e cobertores que possam garantir conforto para quem precisa enfrentar a estação e não tem condições de se proteger.

Em paralelo, mesmo com a pandemia, a Instituição mantém os esforços e a esperança de concluir a ampliação de seu espaço de atendimento. “Estamos avançando em fé, tijolo por tijolo, para oferecer espaços adequados para o desenvolvimento das atividades e também que sejam seguros e confortáveis para nossas crianças, adolescentes e jovens”, afirma a coordenadora do projeto.

Outra ação que está em andamento e conta com a colaboração de voluntários é o Chá de Fraldas Solidário. São cerca de 20 grávidas em situação de vulnerabilidade, muitas que passaram por situação de violência. Essas gestantes não contam com qualquer tipo de apoio ou suporte para se manterem e oferecerem o necessário para seus bebês que estão à caminho. Para isso, o Instituto Embalando Sonhos está promovendo a segunda edição do Chá de Fraldas Solidário, que ocorrerá no dia 31/07.

As doações podem ser: fraldas, roupinhas, sapatinhos, lenços umedecidos, mamadeira, banheira, entre outros utensílios para recém-nascidos.

Como ajudar

Para participar das campanhas, as doações podem ser feitas por meio de PIX CNPJ: 28.606.007/0001-70; depósito bancário: Caixa Econômica Federal – Agência: 4167 Poupança: 78.044-0 Op: 013; ou doando itens. Ao escolher participar financeiramente é importante identificar a destinação do recurso na operação bancária.

Para maiores informações basta entrar em contato com o IES que fica na QR 629 conjunto 04 chácara 01 – Samambaia ou ligar para o telefone (61) 9.9462-1735.