domingo, junho 23, 2024
CidadesDesta semana

Trabalho remoto é suspenso para servidores do GDF

Foto: DFN

Funcionários que ainda estavam em teletrabalho devem voltar ao presencial na próxima semana

Foi publicado no Diário Oficial do DF desta sexta-feira (24), decreto que determina que todos os servidores dos órgãos e entidades da administração direta, autárquica e fundacional do Distrito Federal voltem ao trabalho presencial a partir da próxima segunda-feira (27).

A publicação revoga os decretos nº 41.841/2021 e 42.462/2022, que, tratavam sobre o teletrabalho em caráter excepcional e provisório em virtude da pandemia de coronavírus (covid-19).

Porém, um desses decretos, o 42.462/2022, definia a modalidade de teletrabalho como uma ferramenta permanente na administração distrital. O texto, publicado no dia 31 de agosto de 2021 atualizava e consolidava todas as diretrizes do trabalho remoto, estabelecendo regras, requisitos e metas.

Novidade foi publicada no site da Secretaria de Planejamento, Orçamento e Administração. Norma autorizou o trabalho remoto de forma permanente, atualizou e consolidou todas as diretrizes da modalidade de prestação de serviços, além disso,estabeleceu regras, requisitos e metas, e orientou os órgãos públicos distritais no alinhamento à legislação.

O texto que regulamentava o teletrabalho como uma opção definitiva foi elaborado pela Secretaria de Economia que apontou quatro objetivos principais para a implementação da proposta: aumentar a produtividade e a qualidade das atividades desempenhadas; economizar tempo e reduzir custos de deslocamento dos servidores até o local de trabalho, contribuindo com a melhoria da mobilidade urbana; ajudar na redução de custos na administração pública, como consumo de água, energia elétrica e outros bens e serviços disponibilizados no órgão; além de promover a cultura orientada para resultados, com foco no incremento da eficiência e da efetividade dos serviços prestados à sociedade.

À época, o secretário de Economia, André Clemente, chegou a dizer que “O serviço público está se modernizando para ser melhor e entregar mais à população. O teletrabalho deixará pessoas mais perto de suas famílias, reduzirá o trânsito na cidade, diminuirá o custo público com mobiliário e locações, dentre outros benefícios. É uma realidade que chegou para ficar”.