domingo, junho 23, 2024
CidadesDesta semana

Túnel de Taguatinga: da utopia à realidade

Foto: DFN

Construção foi vista como impossível durante décadas, mas abre suas pistas já neste fim de semana para comemorações

Está marcada para a próxima segunda-feira (5), a inauguração do Túnel Rei Pelé, que abre espaço para aliviar o trânsito do centro de uma das regiões administrativas mais importantes para o Distrito Federal. De acordo com o governo, Taguatinga centro recebe diariamente quase 140 mil motoristas que utilizam suas pistas para chegar a outros pontos da região e a outras cidades como Samambaia, Ceilândia, Sol Nascente.

Um dos maiores empreendimentos realizados em prol do trânsito do DF, o túnel, batizado de Rei Pelé, foi por diversas vezes tido como obra impossível de ser realizada, por conta de vários fatores: imbróglio jurídico, falta de recursos para execução, intervenção no centro da cidade que já possuía atividades consolidadas entre outros fatores. 

Mesmo assim, o então candidato ao GDF, Ibaneis Rocha, durante sua campanha prometeu tirar a proposta do papel, o que reacendeu a esperança de moradores de Taguatinga e de quem diariamente enfrentava o trânsito pesado do centro da RA.

Já eleito, Ibaneis liderou trabalho técnico e jurídico que precisou de muito empenho para destravar o grande projeto para Taguatinga. Há quase dez anos, o impedimento para tirar a obra do papel foi a falta de previsão orçamentária. Já em 2016, houve uma expectativa de que as intervenções começassem, porém um problema envolvendo os participantes da licitação, brecou mais uma vez o início da construção. 

Vencidas as etapas orçamentárias e jurídicas, finalmente, em julho de 2020, foram instalados os primeiros tapumes, retirados os postes e suprimidas árvores e canteiros para o início das obras. 

Desafios

Técnicos e governo buscaram alinhamento constante para que a obra de construção do Túnel de Taguatinga causasse o menor impacto possível aos que transitam pelo centro da cidade, bem como para moradores e comerciantes. Transtornos foram inevitáveis, contudo, profissionais envolvidos na obra mantiveram o monitoramento de cada etapa da construção, garantindo a segurança de motoristas, pedestres e lojistas. 

Conceição Soares mora perto do novo túnel e comemora o empreendimento. “Moro aqui há quase 30 anos e vivenciei o sufoco que era entrar e sair desse centro (Taguatinga). Sempre evitei andar de carro porque era uma dificuldade sair desse miolo aqui. Nos últimos tempos a coisa piorou ainda mais. A quantidade de carros e ônibus aumentou deixando esse trânsito um caos, principalmente nos horários de pico. Estou em contagem regressiva para nossa vida melhorar aqui no centro de Taguatinga”, comemora a moradora.

Foram três anos de construção e muitas questões que exigiram um trabalho ainda mais cauteloso por parte dos executores. Isso porque para onde estava projetada a abertura das passagens existiam sistemas de drenagem, redes elétricas e cabos de internet. 

Em maio de 2021, foram identificados cabos de fibra ótica na área onde seriam construídas as paredes do túnel. Para evitar que a região ficasse sem acesso à internet, todo o cabeamento foi deslocado 40 metros do local anterior.

De acordo com o engenheiro cível, José Alfredo Aguiar, em seguida foi necessário intervir em uma rede de drenagem. “Em junho do mesmo ano, precisamos remanejar uma rede de drenagem de águas pluviais que passava no local onde seria aberta a passagem subterrânea, por isso as manilhas de escoamento foram transferidas e ficaram 800 metros distante do local de origem”, explica o especialista.

Outra mudança necessária para garantir a segurança de quem trabalhava no empreendimento foi a mudança da rede elétrica que passava exatamente pelo meio da avenida principal do centro. De acordo com o governo, medida foi necessária porque as máquinas utilizadas para construir as paredes da passagem subterrânea eram muito altas e ficariam perigosamente próximo dos cabos de energia.

Festa

O túnel, Rei Pelé, será entregue na próxima segunda-feira (5), aniversário de Taguatinga, em uma celebração a partir das 10h. Mas antes da entrega oficial, atividades comemorativas estão previstas para o final de semana tendo a passagem como palco principal.

No sábado (3), a população terá acesso ao túnel, a partir das às 8h, para acompanhar passeio ciclístico que será iniciado na passagem subterrânea.

Domingo, a programação começa às 7h da manhã com corrida de 5 km e 10 km com largada no Túnel Rei Pelé. Um pouco mais tarde, às 10h está programado desfile de carros antigos, também nas pistas do Túnel de Taguatinga.