terça-feira, abril 23, 2024
Desta semanaEconomia

ACDF e BRICS assinam termo de cooperação

FOTO: ACDF/Divulgação

Acordo viabiliza oferta de suporte de geração de negócios e capacitação para vários setores da economia

No último dia 24 de maio, a Associação Comercial do Distrito Federal (ACDF), por meio do seu Conselho Internacional (CIACDF), firmou, junto à Câmara de Comercio e Industria dos países membros do BRICS (BCCI) Termo de Cooperação que tem como objetivo desenvolver trabalho conjunto relativos a temas como: defesa e tecnologia; agronegócio e agronegócio familiar especialmente nos aspectos de segurança alimentar; apoio e consultoria especializa a municípios e estados brasileiros; além de prestar assistência à iniciativa privada na obtenção de financiamentos junto ao NDB (Banco do BRICS).

Desde a criação do CIACDF, inúmeras agendas de trabalho vêm sendo desenvolvidas em parceria com as representações internacionais em Brasília, em especial, Arábia Saudita, Emirados Árabes, Israel, Costa Rica, Panamá, Trinidad Tobago, Cabo Verde, China, Singapura, dentre outros. Ainda tem articulado iniciativas com estados, municípios e lideranças multi-setoriais brasileiras.

A Câmara de Comércio e Indústria do BRICS surgiu em 2012, na Índia, com apoio dos demais países membros dos BRICS (Brasil, Rússia, China e África do Sul), sendo reconhecida pelas Nações Unidas – ONU, como a ‘voz’ dos empresários, ajudando-os a cultivar os seus negócios com a devida atenção às questões sociais, culturais e de segurança.

O Termo de Cooperação foi assinado pelo presidente da ACDF, Fernando Brites, pelo presidente do Conselho Internacional da ACDF, Gil Vicente Gama e pelo diretor honorário da representação do BCCI no Brasil, embaixador João Gilberto Vaz.

A partir da assinatura do Termo de Cooperação ACDF/CIACDF e BCCI, será disponibilizado todo um sistema de suporte de geração de negócios e capacitação, especialmente para o segmento de empresas MPME, jovens empreendedores, mulheres empreendedoras e Start-Ups de todas as regiões e países membros, ou não, dos BRICS.

Para o presidente da ACDF, Fernando Brites, a parceria significa um grande passo para que o Distrito Federal ganhe visibilidade no mercado internacional. “Essa iniciativa é de grande valia, visto que os cinco países do BRICS são responsáveis por 31% do comércio mundial, dessa forma, a parceria que fizemos vai possibilitar um intercâmbio de ideias, tecnologia e cultura bastante relevante. Além disso, a intenção expandir a comercialização das commodities agrícolas do Centro Oeste, no Distrito Federal, promovendo grande geração de empregos e renda na capital federal”, afirma Brites