Descarte de resíduos hidrossanitários tem lugar certo

Foto: Cristiano Carvalho – Caesb

Limpeza e descarte de rejeitos de fossas e caixas de gordura devem ser feitos de maneira adequada para evitar a contaminação do solo, da água e do ar

Na semana passada, moradores próximos a uma área comercial em Taguatinga Centro questionaram o trabalho de funcionários de um restaurante que faziam a limpeza das caixas de gordura em frente ao estabelecimento. Ação resultou em incômodo pelo mal cheiro e exposição dos resíduos.

“Eu estava saindo para o trabalho quando vi os funcionários do restaurante limpando as caixas de gordura no meio da calçada. O mau cheiro era muito forte e a cena muito desagradável, água da lavagem das caixas escorria pelo estacionamento, estômago embrulhou. Creio que essa atitude não é nenhum pouco saudável para os trabalhadores nem para quem ficou exposto à situação”, denunciou moradora da Quadra C1, em Taguatinga, que não quis ser identificada.

A moradora está certa, a limpeza de caixas de gordura e de fossas não pode ser feita de qualquer maneira e tampouco os resíduos serem descartados na rede de esgoto.

As implicações do descarte inadequado dos resíduos podem ser relevantes e causar grandes danos à saúde da população e ao meio ambiente.

Por isso a Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb), em parceria com o Ibram, DEMA e DF Legal, realiza, periodicamente, fiscalização com objetivo de evitar o descarte incorreto desses resíduos em pontos não autorizados.

Grande parte da população desconhece o serviço de coleta de resíduos de fossas sépticas e de caixas de gordura oferecido pela Caesb. Mas há mais de 11 anos a Companhia disponibiliza pontos distribuídos em regiões do Distrito Federal e Águas Lindas de Goiás/GO, que estão preparados para receber e tratar corretamente esses rejeitos.

Segundo a empresa, em 2021, 77 empresas e autônomos, cadastrados junto a Caesb, utilizaram os serviços prestados pela Companhia e descartaram esses resíduos nas unidades de tratamento de esgotos.

Além de evitar danos ao meio ambiente e aos cidadãos, o trabalho de coleta de resíduos da Caesb tem como objetivo preservar os sistemas coletores de esgotos, reduzindo assim, os riscos de obstruções nas tubulações.

Segundo o gerente de Gestão Ambiental Corporativa da Caesb, Flávio Gonçalves, “a ocorrência de extravasamentos, muitas vezes ocasionada por obstruções e uso incorreto do sistema coletor de esgotos, pode causar grandes transtornos à população e ao meio ambiente, uma vez que o esgotamento sanitário adequado contribui na promoção da saúde pública e na proteção do solo, da água e do ar”.

Mas mesmo com disponibilidade desse serviço, a Companhia tem observado que muitas empresas atuam clandestinamente no DF e descartam os resíduos em locais proibidos, contribuindo para obstruções de rede e contaminação de cursos d’água.

Dados da Caesb apontam que em 2021 foram recebidos mais de 22 mil descartes de resíduos de fossa séptica, o que gera aproximadamente 270 mil m³ de resíduos. A Companhia recebeu, também, cerca de 900 descartes de resíduos de caixa de gordura, retirando do processo de tratamento e do meio ambiente mais de 9 mil m³ de resíduos com gordura. A gordura retirada do sistema é transportada até o Aterro Sanitário de Brasília – ASB, uma vez que é resíduo sólido, sendo extremamente prejudicial ao processo de tratamento de esgotos.

Penalidade

O responsável por despejar resíduos irregulares está sujeito às penalidades previstas em lei (Decreto 26.590/2006, que regulamenta a Lei nº 442/1993 e Lei 41/1989, Política Ambiental do Distrito Federal) com previsão de multas e demais sanções. 

Caso seja identificado descarte incorreto de caminhões limpa fossa em locais não autorizados, é importante que a infração seja registrada com imagens e/ou vídeos, acrescida de registro de denúncia na Ouvidoria do GDF para que a demanda seja apurada pelo Ibram, DF Legal e Caesb.

Para mais informações de “Como adquirir a Autorização para Descarte de Fossa e Gordura na Caesb” basta consultar o endereço https://www.caesb.df.gov.br/esgoto/descarte-de-lodo-fossa-e-gordura-teste/cadastro-e-informacoes.html ou entrar em contato pelos telefones (61) 3213-7399/ 3403-7738 / 99618-2656.

ETE Autorizado descarte de resíduo  Endereço 
ETE Brasília Sul Fossa Séptica e Gordura SCES s/n – ETE Brasília Sul – Av. das Nações Sul (L4 Sul) 
ETE Brasília Norte Fossa Séptica e Gordura SCEN trecho 03 s/n ETE Brasília Norte – Av. das Nações Norte (L4 Norte) 
ETE Samambaia/  Melchior Fossa Séptica DF 180 Km 42 BR 060 – próximo só frango – Samambaia 
ETE Águas Lindas Fossa Séptica Estrada para Padre Lúcio, Km 2, Condomínio Embaixador, Águas Lindas. 
ETE Sobradinho Fossa Séptica  Setor de Industria, Quadra 01, Área Especial CAESB, Sobradinho.  
ETE São Sebastião Fossa Séptica  Rua 02, Quadra 08, área especial CAESB, S/N, Residencial do Bosque, São Sebastião. 
ETE Gama Fossa Séptica  DF 290 Km 20 – Ponte Alta