terça-feira, junho 25, 2024
Desta semanaEducação

Escola em Brazlândia inicia gestão compartilhada

Foto: Divulgação/SSPDF

Parceria entre professores e militares iniciou no começo do ano letivo

Na última segunda-feira (27), mais uma escola da rede pública de ensino do Distrito Federal marcou o início da gestão compartilhada, projeto resultante de parceria entre as Secretarias de Educação (SEE) e de Segurança Pública do DF (SSP).

O Centro Educacional 2 de Brazlândia, já havia começado o ano letivo com o novo modelo de gestão, mas ainda não tinha realizado cerimônia para oficializar o início dos trabalhos. A implantação do sistema educacional compartilhado foi escolhida pela comunidade escolar no fim do ano passado. São cerca de mil alunos matriculados no período da manhã e da tarde na escola.

“Já vínhamos operando com o modelo compartilhado de ensino desde o início do ano letivo, mas era necessário criar um marco, pois a implementação foi aprovada por cerca de 85% da comunidade escolar no final do último ano”, ressalta o secretário de Segurança Pública, Sandro Avelar. 

“Agora somamos 12 escolas com este modelo, que é fruto de uma parceria com base na confiança da comunidade escolar que garante aos nossos jovens e professores tranquilidade para exercer plenamente as atividades pedagógicas”, completa Avelar.

Segundo a SSP, doze militares do Corpo de Bombeiros Militar do DF (CBMDF) são responsáveis pela parte disciplinar.

O subsecretário de Gestão Compartilhada (Segecom), coronel Alexandre Ferro, falou das ações da parceria entre as pastas. “A estratégia da gestão compartilhada tem sido efetiva no apoio ao sistema de ensino local. Atendendo a um pedido da comunidade, a região de Brazlândia foi atendida por este modelo de gestão educacional que integra educação e segurança. Tivemos uma bela solenidade no CED 02 de Brazlândia, onde a participação e a alegria dos alunos foram os pontos mais marcantes”, afirmou.

Para a diretora da escola, Miriam Correa, o modelo será essencial para a formação dos alunos. “Pela solenidade de hoje, percebemos que a expectativa está em harmonia com a realidade. Acreditamos que esta experiência vai contribuir de forma muito positiva com o processo de formação da cidadania, disciplina e responsabilidade dos nossos estudantes”.  O colégio atende, ainda, 250 alunos da Educação de Jovens e Adultos (EJA), no período noturno.

Gestão compartilhada

A iniciativa é destinada a estudantes do 6º ao 9º ano do ensino fundamental e do ensino médio.

Nas unidades participantes do projeto, os profissionais da educação ficam responsáveis – exclusivamente – pelo trabalho pedagógico e profissionais da segurança ficam responsáveis pela disciplina. As duas pastas realizam ações conjuntas com a intenção de proporcionar uma educação de qualidade para os estudantes da rede pública de ensino do DF, além de construir estratégias voltadas ao policiamento comunitário e ao enfrentamento da violência no ambiente escolar. O objetivo é promover uma cultura de paz e o pleno exercício da cidadania.

Com informações da SSPDF