quinta-feira, abril 18, 2024
Desta semanaEducação

Escolas públicas do DF poderão ter conexão 5G

Foto: Lúcio Bernado/Agência Brasília

Projeto-piloto pode fazer das escolas públicas do DF as primeiras a receberem 5G no país

A ampliação do acesso à Internet na rede pública de ensino tem sido amplamente discutida e planejada para que haja tanto o desenvolvimento da educação, quanto aredução das desigualdades estruturais e da exclusão, especialmente no mundo digital.

Todas as ações de incentivo a ampliação ao acesso digital são respaldadas pelo Marco Civil da Internet (Lei nº 12.965/2014) e de órgãos internacionais, como a Organização das Nações Unidas (ONU), Organização dos Estados Americanos (OEA) e a Relatoria Especial para a Liberdade de Expressão da Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH).

Com o propósito de atualizar e otimizar o acesso de profissionais da educação e alunos da rede pública de ensino do Distrito Federal à Internet, na semana passada, o Governo do Distrito Federal (GDF) e o Ministério das Comunicações (MCom) discutiram o desenvolvimento de um projeto pioneiro para uso da tecnologia 5G FWA em escolas da rede pública da capital. Ainda em fase de análise, o projeto-piloto pretende avaliar a tecnologia como substituta da fibra óptica.

De acordo com o secretário-executivo da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do Distrito Federal (Secti-DF), Leonardo Reisman, essa é uma oportunidade de fortalecer a infraestrutura dentro do ambiente escolar. 

“Umas das questões mais importantes quando tratamos do uso da tecnologia em sala de aula é justamente a qualidade do acesso à internet. A experiência pedagógica em um ambiente conectado permite o uso de ferramentas digitais diversas, enriquecendo o processo de ensino e aprendizagem. O 5G FWA (Fixed Wireless Access) pode ser uma das soluções complementares à fibra ótica”, destacou.

O 5G FWA é uma versão fixa da tecnologia 5G. Nela, um roteador se conecta à internet pelo 5G de uma operadora e distribui o sinal de internet localmente por meio da criação de uma rede Wi-Fi. Por ser de fácil instalação e manutenção, o uso do 5G FWA pode ser mais barato que soluções convencionais.

A escolha das escolas participantes ficará a cargo do GDF e do Ministério das Comunicações e levará em consideração critérios que ainda serão estabelecidos para que o estudo seja viabilizado.

Com informações da Secti-DF