domingo, junho 23, 2024
CidadesDesta semana

Parcerias garantem espaços públicos renovados

Foto: Sepe-DF

Sociedade civil, empresários e organizações se dispõem a revitalizar espaços públicos que estão abandonados ou carecem de algum cuidado. Projeto Adote uma Praça já recebeu mais de 150 projetos de adesão

A realidade de vários espaços públicos que estavam abandonados ou sem cuidados está em transformação. Projeto que incentiva a participação popular e de empresários na manutenção e revitalização dessas áreas é sucesso e tem mudado a cara de vários pontos do Distrito Federal.

O projeto Adote uma Praça já contou com a participação de vários empresários, entidades e cidadãos comuns. Nesta semana, o projeto recebeu a praça América Central, na QI 14/16 do Lago Sul, toda reformada pelas embaixadas da América Central.

Iniciativa é resultado da vontade dos representantes da Nicarágua, Guatemala, Honduras, El Salvador e Costa Rica de comemorarem os 200 anos de independência de seus países, em 15 de setembro.

Com investimento de cerca de R$ 12 mil, os reparos realizados no espaço foram: a restauração e pintura dos equipamentos de ginástica e alongamento e colocação de adesivo com instrução de uso dos aparelhos, reparos no piso que apresentava rachaduras e pintura das calçadas e dos meios-fios, execução de complemento de pergolados existentes e pintura com verniz.

Além disso, foram instalados adesivos nas lixeiras, indicando a coleta seletiva de resíduo reciclável e orgânico, instalação de cinco mastros e uma placa. Ainda foram feitos serviços de jardinagem para limpeza de matos e pintura dos bancos.

De acordo com o governo, tudo começou por meio de um contato feito pela embaixadora da Nicarágua, Lorena Martínez, com a Assessoria Internacional do Governo do Distrito Federal (GDF). A representante internacional demonstrou vontade de adotar um local no Lago Sul, sede das embaixadas. Segundo Martínez, desde a ideia até, enfim, encontrar o lugar perfeito e começar os trabalhos, foi tudo muito eficiente e rápido.

“Conseguimos nos juntar e fazer uma reunião com o secretário Roberto Andrade. Ele foi muito rápido em apresentar uma proposta. Nós gostamos muito do lugar, do espaço que tem no Lago Sul. Ainda mais que nossas embaixadas estão no Lago Sul”, comentou Martínez.

Outro caso de parceria que rendeu uma praça renovada, foi o do coronel Júlio Cintra, que em janeiro de 2021, assinou o Termo de Cooperação com o programa. Júlio chegou ao Gama em 2005 e manifestou o desejo de participar mais da comunidade em que vive, por isso procurou o governo para desenvolver um projeto.

A Praça dos Pioneiros de Brasília recebeu recuperação de calçadas, construção de um pergolado, plantio de ipês e acácias, e estruturação de um “campinho” de futebol. Além da construção de um parque infantil, que tem previsão de ficar pronto até dezembro, e de um Ponto de Encontro Comunitário (PEC) que já foi solicitado ao GDF.

“Eu usava bastante o local, e percebi a falta de cuidado dos moradores. E esse é um espaço importante de passagem aqui dos jovens que vão e vêm do colégio e que tinham muita dificuldade em época de chuva, porque virava um lamaçal. Por isso, achei que esse local precisava de uma maior atenção da comunidade”, comenta Cintra.

Adote uma Praça

O projeto é coordenado pela Secretaria de Projetos Especiais (Sepe), e tem adesão da comunidade brasiliense. Segundo a pasta, o programa já atingiu 22 regiões administrativas e recebeu 156 projetos de adoção.

Desses, 47 já foram entregues e 92 estão em andamento. As propostas vão desde jardinagem, benfeitorias em áreas verdes, parques urbanos, praças, rotatórias, até recuperação de pontos turísticos e estacionamentos.

De acordo com o secretário da Sepe, Roberto Andrade, os resultados do Adote uma Praça são acima do esperado inicialmente. “Esse programa veio para realizar a aproximação entre a população e o governo e vice-versa. Quando o governador Ibaneis Rocha resolveu instituir a adoção de áreas públicas, o Adote tomou proporções enormes, fazendo com que cidadãos e empresários compreendessem esse chamamento”, explicou o secretário.

Como participar

É possível participar do Adote uma Praça de várias maneiras. Nem todos os espaços precisam de grandes intervenções e grandes investimentos. Segundo a Sepe, há espaços públicos que precisam apenas de cuidados.

Para saber mais sobre o programa, procure a administração da região onde mora ou a Sepe. Além disso, é possível entrar em contato pelo e-mail sepe.gab@buriti.df.gov.br ou o telefone 3961-1538.