domingo, junho 23, 2024
Desta semanaPolítica

Projeto propõe pagamento de transporte público via PIX

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Proposta aprovada em comissão de deputados distritais tem a intenção de modernizar o transporte e facilitar a vida de usuários

O pagamento por meio do PIX caiu na graça do brasileiro que têm deixado de lado cartões, moedas e cédulas de papel na hora de fazer seus pagamentos. Hoje, quase tudo se paga pelo sistema de transação instantânea. A modalidade oferece segurança, praticidade e rapidez tanto para quem vende quanto para quem compra.

Levando em consideração o êxito do PIX, proposta em tramitação na Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) prevê que usuários do transporte públicopossam pagar suas passagens nos ônibus e metrô por meio de PIX. A primeira aprovação veio nesta quarta-feira (20), na Comissão de Transporte e Mobilidade Urbana (CTMU) da CLDF. O projeto de lei nº 402/2023, é de autoria do deputado Joaquim Roriz Neto (PL).

De acordo com o texto, a regra se aplica tanto ao sistema rodoviário como metroviário, e também a qualquer outro que venha a ser instituído na capital. A proposta já explica que os equipamentos necessários para a realização do pagamento por meio do PIXdeverão ser instalados nos veículos e que a nova forma de pagamento não vai excluir as outras formas já existentes.

A justificativa da iniciativa é modernizar o uso do transporte público e favorecer os cidadãos que utilizam ônibus e metrô em seu dia a dia. “A Administração Pública deve se adequar ao avanço tecnológico das operações bancárias, principalmente para facilitar a vida do cidadão no pagamento de tarifas, assegurando-lhe agilidade, comodidade e segurança nas transações”, disse Roriz Neto.

Os membros da comissão aprovaram a proposta ressaltando a imensa adesão popular que a modalidade de pagamento via PIX obteve desde sua instituição no Brasil, em 2021. O relator da proposta, deputado Gabriel Magno (PT), destacou em seu voto que até julho de 2023, mais de 13 milhões de usuários fizeram pelo menos um pagamento por PIX desde a implementação do sistema.